Seguro de Vida – Perguntas e Respostas

postado em: Blog, Produtos | 0

Fizemos uma seleção com as dúvidas mais frequentes sobre Seguro de Vida e colocamos aqui, com as devidas respostas. Se houver alguma dúvida além dessas, fique à vontade para colocar nos comentários ou entre em contato conosco!

1. Por que fazer um Seguro de Vida?

Todos estamos expostos a imprevistos, como acidentes e doenças graves. Apesar de que muitos de nós temos planos de saúde, em alguns casos mais raros, o plano de saúde pode não cobrir o tratamento.

Dessa forma, pode ser necessário usar as suas reservas financeiras para cobrir os tratamentos ou até para garantir seu padrão de vida, durante os longos períodos que ficar afastado do trabalho.

Além disso, se você tem filhos, cônjuge, pais idosos etc. que dependem financeiramente de você, há ainda o risco de ficarem desamparados, caso você esteja impedido de trabalhar temporariamente ou definitivamente.  

Em casos desse tipo, ter um seguro de vida pode fazer toda a diferença. Seja em casos de afastamento médico, invalidez ou até óbito, o seguro de vida oferece proteção para você ou para seus dependentes em momentos de fragilidade emocional e financeira.

2. O que é e como funciona o Seguro de Vida?

Diferente do que muitos pensam, o Seguro de Vida não diz respeito a casos de morte somente. Trata-se de um seguro que te indeniza também em outras situações em que há interrupção de renda, como invalidez ou diagnóstico de doenças graves. 

Em casos de morte (natural ou acidental) a indenização é paga para os dependentes do segurado ou pessoas indicadas por ele na apólice. Por isso, chamamos o Seguro de Vida também de Seguro de Proteção Familiar.

Já em casos de acidente que causam invalidez permanente (total ou parcial), a indenização é paga para o próprio segurado ou para o beneficiário indicado por ele na apólice.

Por fim, em casos de doenças graves em que haja afastamento médico, a indenização é paga antecipadamente para o segurado, de forma que ele possa cobrir despesas do seu tratamento ou então para subsistência (como é o caso da cobertura de Diária de Incapacidade Temporária que você pode ler mais a respeito clicando aqui).

3. Quanto custa um Seguro de Vida?

Algumas pessoas não procuram Seguro de Vida por que supõem que seja muito caro. Porém, pode ser muito mais barato do que imaginam.

É possível encontrar opções abaixo dos R$ 50,00 mensais. O valor final depende de alguns fatores, mas os principais estão a seguir:

  • sua idade;
  • o valor da indenização que você pretende receber ou oferecer para seus beneficiários em caso de óbito, invalidez ou afastamento do trabalho;
  • sua atividade profissional;
  • doenças pré-existentes;
  • coberturas adicionais que você pode contratar, tais como recebimento de um valor diário por dia de internação; dentre outros.

Porém, com base em sua renda mensal e na sua idade conseguimos te dar uma estimativa do valor médio que a maioria das pessoas com idade e renda parecidas paga. Entre em contato e faça uma estimativa conosco sem compromisso.

4. Seguro de Vida tem carência?

As seguradoras não costumam impor carência nesse tipo de seguro (Seguro de Vida), porém é necessário que o segurado preencha a declaração pessoal de saúde (DPS) previamente, para assegurar que não haja uma doença conhecida pré-existente.

Entretanto, a isenção de carência não é uma obrigação legal e por isso algumas operadoras podem impor carência.

Dessa forma, é fundamental que você confira a apólice antes de assinar, para averiguar se há imposição de carência ou não.

5. Quem tem direito e como receber a indenização do Seguro de Vida?

Normalmente o contratante de um seguro de vida costuma nomear os filhos e o cônjuge como beneficiários. No entanto, ele é livre para colocar quem ele quiser como beneficiário e também para alterar essa lista sempre que quiser. 

Pode ser, por exemplo, que o segurado queira colocar como beneficiário apenas um irmão, que por doença física ou mental não possa trabalhar.

Caso não esteja estipulado no contrato, os beneficiários seguirão a ordem de vocação hereditária prevista no Código Civil Brasileiro, o que geralmente faz com que o cônjuge sobrevivente receba metade do benefício, e os filhos recebam a outra metade. Na falta deles, serão chamados outros parentes, sendo que os mais próximos excluem os mais remotos.

  • Casos em que uma indenização pode ser paga:
    • Invalidez por acidente;
    • Invalidez funcional permanente por doença;
    • Invalidez laborativa permanente por doença;
    • Doenças graves;
    • Diária por internação hospitalar;
    • Diária de incapacidade temporária;
    • Desemprego e perda de renda; entre outros.

6. O que é sinistro de Seguro de Vida?

É quando o segurado ou um beneficiário indicado pelo segurado solicita da seguradora o pagamento da indenização prevista na apólice. O nome desse processo de acionar a seguradora para oferecer a cobertura prevista em contrato é chamado de abertura de sinistro. O principais motivos para abrir um sinistro de seguro de vida são:

  • tratamento de doenças graves;
  • invalidez permanente por acidente ou por doença;
  • morte; dentre outros.

Em alguns casos, o seguro cobre ainda o pagamento de diárias de internação hospitalar indenizações por desemprego ou perda de renda, mas isso pode variar de acordo com a apólice contratada. Por isso, é importante informar previamente seu corretor caso queira obter esse tipo de corretor. 

7. Como contratar Seguro de Vida?

Preparamos um passo a passo para te mostrar como contratar um seguro de vida. Confira:

  1. Fale conosco para iniciar a cotação;
  2. Informe os dados necessários para fazer a cotação;
  3. Analise as cotações que vamos te apresentar. Nós somos corretores independentes, ou seja, temos autonomia para cotar em várias seguradoras e nosso compromisso principal é contigo, para encontrar as opções mais confiáveis, com a cobertura ideal para suas necessidades, pelo melhor preço;
  4. Escolha a opção que mais se encaixa;
  5. Faça o pagamento;
  6. Sinta-se seguro e conte conosco sempre, para tirar dúvidas, abrir sinistros, cotar novas coberturas, avaliar outras opções de seguradora etc.

8. Conclusão

Você deve ter entendido que um Seguro de Vida é mais que um seguro para casos de óbito, é um Seguro de Proteção Familiar, que protege financeiramente sua família em várias situações.

No Brasil, as pessoas estão cada vez mais conscientes da importância de contratar esse tipo de proteção para sua família.

Para nós é muito importante assegurar a saúde financeira de nossos clientes, em momentos de vulnerabilidade, por isso, sempre procuramos mostrar as vantagens desse produto. Se você se interessou, faça uma cotação para ter uma ideia do investimento agora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *